Olá, estou muito feliz que você nos encontrou 🙂

Após mais de 10 anos trabalhando com Diversidade de Gênero em mais de 50 multinacionais, mais de doze mil pessoas impactadas em vivências e mais de 3 mil horas em sala de aula, decidi mudar a minha prática em resposta ao cenário atual.

A Newa – Consultoria de Diversidade & Inclusão trabalhará com uma lista de clientes menor em 2021, onde acreditamos que podemos ter o maior impacto nos serviços de capacitações e consultoria para que as empresas sejam efetivamente mais diversas, inclusivas, inovadoras e psicologicamente seguras.

Somos um país extremamente rico, porém extremamente desigual. O Brasil ocupa o lugar de sétimo país mais desigual do mundo, segundo o último relatório divulgado pelo Pnud (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento) em 2019, ficando atrás apenas de nações do continente africano: África do Sul, Namíbia, Zâmbia, República Centro-Africana, Lesoto e Moçambique. Além disso, o Brasil foi o país que pior gerenciou a pandemia de Covid-19 no mundo, de acordo com um levantamento pelo Lowy Institute, think thank da Austrália.

A pandemia mundial nos faz repensar diariamente o impacto das nossas ações na coletividade, fugir ou afastar-se não é mais uma opção. O grau de opressão direcionado às pessoas mais vulneráveis, em especial às mulheres negras periféricas, e que agora vem ganhando mais espaço com o movimento “Vidas Negras Importam” – e catalisados pelos assassinatos de George Floyd por um policial de Mineápolis nos Estados Unidos e aqui no Brasil com Ágatha Félix, João Pedro Mattos, e o assassinato de João Alberto Silveira Freitas, feitos por seguranças de uma loja da rede Carrefour, em novembro de 2020, sem contar as dezenas de jovens negros que morrem diariamente pelo racismo  – tornou a situação insustentável e todos serão responsabilizados, por ação ou por omissão, pelos custos da manutenção desse sistema.

É inegável que a covid-19 evidenciou as desigualdades sociais e econômicas no Brasil e no mundo. Por aqui, a falta de políticas públicas e de acesso a serviços básicos, como saneamento e saúde, agravou a situação dos mais pobres. No País, mais de 13 milhões de pessoas vivem em comunidades sem saneamento básico, postos de saúde e mobilidade urbana adequados. Essa realidade torna-se ainda mais impactante quando pensamos que milhões de pessoas vivem sem as mínimas condições de isolamento social, higiene e alimentação.

Eu estou particularmente interessada em trabalhar com empresas e organizações que estão prontas para enfrentar as diversas injustiças sociais pelos quais esses grupos marginalizados passam e queiram efetivamente trabalhar para que essa mudança seja viável não no futuro, mas agora. Eu passei os últimos 10 anos me dedicando ativamente como especialista em Diversidade & Inclusão em dezenas de empresas em diversos setores e descobri o seguinte:

A Newa terá maior impacto em parceria com líderes que estão prontos para fazer um trabalho árduo e desconfortável, colocar recursos significativos por trás desses esforços; e com empresas que desejam estar na vanguarda de uma cultura livre do machismo, racismo, LGBTQIA+fobia, capacitismo e etarismo e demais opressões que esses grupos invisibilizados passam.

Se é isso que você está procurando, iremos adorar ouvir você. Se não formos o match ideal, recomendamos consultorias parceiras para te atender.

Desejo a você saúde e paz.
Carine Roos
Fundador e CEO, Newa Consultoria // Abril de 2021

O grito de mudar o mundo vem de dentro. É visceral e verdadeiro.

Genuíno o suficiente para quebrar preconceitos. Sincero o bastante para reconhecer que nossa causa é urgente.

Buscamos sabedoria e simplicidade para atuar na complexidade social, e coragem para provocar as questões certas e inspirar com o exemplo.

Queremos fazer a diferença fazendo diferente. Somos profundas, cirúrgicas. Buscamos lucidez, o remédio amargo para a injustiça social, e loucura para acreditar que é, sim, possível vencê-la.

Acreditamos na soma de inteligências para abrir espaços de troca e evolução. Vida longa à colaboração, à inclusão e ao diálogo. Voz para a potência feminina e luz para o despertar da consciência e do significado do coletivo. Bandeiras importantes levantadas por todas nós. Sempre pela gente.

Precisamos nos conectar para vencer todas as desigualdades.
E ganhando, recontamos todas as histórias, começando pelas nossas.
Narrativas essenciais para fazer com que a justiça social pulse em todas as veias da sociedade.

Um novo momento precisa de novos jeitos de se fazer as coisas.

New vem de novo e o “a” representa o desenvolvimento de competências que tem sido desenvolvidas mais pelas mulheres, mas que podem e devem ser aprendidas por todas as pessoas como: empatia, colaboração, compaixão, vulnerabilidade, inovação, criatividade.

Um posicionamento inédito precisa surgir para que a diferença seja feita.

  • Propósito

    Preparar lideranças e organizações mais conscientes do seu papel no mundo, gerando valor real para todo o sistema e impactando positivamente a vida das pessoas.

  • Missão

    Preparamos organizações para um futuro mais inclusivo por meio de sensibilizações. workshops, treinamentos e consultoria de diversidade.

  • Visão

    Fazer com que a Diversidade, Equidade e Inclusão se tornem uma realidade imediata para estas e as próximas gerações.

Nossos Valores

  • Cultura do respeito

    O respeito é um dos valores fundamentais das relações humanas.

    Significa ouvir ativamente e com empatia, considerar os sentimentos, acolher a história e a opinião alheia. É olhar o outro e enxergar sua essência, sem preconceitos.

    Respeito é cuidado. É se importar com o outro e com si mesmo, com amorosidade e compaixão.

  • Pulso por justiça social

    Pulsar por justiça social é valorizar a diversidade e agir para tornar real a inclusão.

    É promover a justiça social e a igualdade de oportunidades, entendendo como podemos realocar os recursos que já temos para atender as necessidades de todos.

  • Consciência e coerência

    Despertar a consciência é entender a razão da sua existência e o seu impacto na vida de outros. É ter clareza do seu papel, das suas responsabilidades, deveres e direitos.

    E, assim, agir com lucidez e coerência, colocando em prática seu conhecimento sem contradizer seu propósito, suas crenças e valores.

  • Coragem para ser diferente

    É preciso coragem e atitude para mudar o status quo.

    Precisamos de ousadia para promover a diversidade e inclusão a partir do reconhecimento dos nossos privilégios, e audácia para enfrentar tudo e abraçar nossas falhas, buscando melhorar sempre e desistir nunca.

    É se jogar no novo para buscar soluções mais justas e que façam realmente a diferença.

Já impactamos

  • +12mil pessoas

    através de workshops de sensibilização em temas de Diversidade e Inclusão

  • +1mil mulheres

    através de programas de empoderamento feminino

  • +50 grandes empresas

    temos clientes de multinacionais em diferentes países

Conheça o nosso podcast

Toda a semana dividimos com você nossos aprendizados em DE&I trazendo também especialistas para nos apoiar em como podemos construir um mundo onde a diversidade seja um compromisso inegociável em nossa sociedade.

Disponivel em: